Theme
That's Life

(Source: hollsex, via dis-tancia)

Me diga que está triste, eu consolo. Me diga que nunca foi tão feliz, eu concordo. Me ame ou me odeie. Me mande pra puta-que-o-pariu ou me convide pra ir com você. Exploda na minha cara ou se derreta na minha mão. Deixa eu te ver morrendo de tanto rir ou com vergonha das olheiras de tanto chorar. Só não me esconda o rosto. Me abrace, me esmurre, me lamba ou me empurre. Só não me balance os ombros. Não me perturba assistir tua dor nem acompanhar teu gás. Te ver mais ou menos realmente me incomoda. Mais ou menos não rende papo, não faz inverno nem verão, não exige uma longa explicação. É melhor estar alegre ou estar triste, mais ou menos é a pior coisa que existe
O que me faz sofrer é sentir que o que encheria qualquer mulher de felicidade, ou seja, ter o teu maravilhoso amor, o teu amor generoso, bom, apaixonado, e essas coisas lindas que você me diz, tudo isso me causa ansiedade e me leva ao desespero. Quanto mais eu penso em me entregar totalmente a você, tanto mais temor eu tenho do que seria de mim se esse seu amor ardente se apagasse.
A moça levanta e segue em frente. Não por ser forte, e sim pelo contrário: Por saber que é fraca o bastante para não conseguir ter ódio no seu coração, na sua alma, na sua essência. E ama, sabendo que vai chorar muitas vezes ainda. Afinal, foi chorando que ela, você e todos os outros, vieram ao mundo.
Eu sou da geração do romantismo. Não finjo sentimentos, se eu amo, amo de corpo e alma. Não brinco com o coração das pessoas pois sei o quanto dói uma decepção de alguém que amamos. Não prometo algo em vão e nem digo um eu te amo se não for verdadeiro. Sou do tipo que respeito os mais velhos e escuto os mais sábios.

(Source: resplendescere, via brubixs)

(Source: volcanic, via towerxs)